loading...

Turquia-compra-e-escoa-petroleo-do-Estado-Islamico-financia

Novas informações dão conta de que há um esquema gigantesco para escoar o petróleo produzido pelo Estado Islâmico através da Turquia e que este envolve funcionários do governo e até mesmo o filho do presidente do país.

A Turquia compra o contrabando de petróleo Estado Islâmico dos campos da Síria que estão sob controle do grupo terrorista, de modo que o bombardeio das posições do EI não são rentáveis ​​para Ancara, dizem especialistas.

Mas a versão dos analistas também foi apoiada pelo presidente russo, Vladimir Putin, que disse terça-feira (24): “Há muito tempo detectamos que uma grande quantidade de petróleo e derivados entram em território turco procedentes de áreas controladas por terroristas na Síria”.

Depósitos de petróleo da Síria nas mãos do EI

“O Estado islâmico é uma organização que se financia de forma eficaz”, disse o vice-diretor do Instituto Nacional de Energia russo Alexander Frolov ao jornal ‘Komsomolskaya Pravda‘.

Turquia-compra-e-escoa-petroleo-do-Estado-Islamico-financia-1

De acordo com Frolov, o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan e várias empresas do país estão interessados ​​na ascensão do Estado Islâmico como um fornecedor de petróleo barato. “Se posso escolher um lugar para comprar petróleo a US $ 40 e 25 em outro, é claro que vou  optar por comprar o mais barato”, diz o especialista, que também argumenta que sob o controlo do EI estão nove campos de petróleo na Síria.

“Se o EI desaparecer, os preços do petróleo subirão”

Além disso, segundo as estimativas de Frolov são “centenas de milhões de dólares por mês” que a Turquia recebe de lucro revendendo petróleo contrabandeado fornecido por grupos terroristas.

“Estamos falando de muito dinheiro. A produção de petróleo na Síria caiu significativamente durante o conflito em cerca de 300.000 barris por dia. O Estado Islâmico e a chamada ‘oposição moderada’ não destruíram os campos e as refinarias. Onde estão esses 300.000 barris, quem está se beneficiando disso, para onde é enviado o petróleo e quem o compra?”, pergunta.

O diretor do Instituto Nacional de Energia russo acredita que a existência de um mercado de petróleo também influencia o preço do petróleo, pelo menos a nível regional.

“No caso do EI deixar de existir, a situação no mercado de petróleo irá melhorar dramaticamente. Os preços subirão. Se alguém vende pelo menos 100.000 barris de petróleo por dia, a um preço de US $ 25 o barril, é um fator que influencia os preços do mercado, forçando outros fornecedores a reduzir os seus preços “, explicou Frolov.

A vaca leiteira da Turquia

Com a operação antiterrorista sendo conduzida pela Rússia na Síria, Moscou invadiu a área dos interesses econômicos de Ancara, de modo que esta respondeu derrubando o caça russo Su-24, comentou Igor Chernyshev, um membro do Conselho da Federação (Senado) da Rússia.

“A Turquia nos enviou uma mensagem clara de que o Estado islâmico é a sua vaca de dinheiro, e que lhe gera lucros. Isso quer dizer que nós (Rússia) invadimos sua área de interesses econômicos. Através do EI eles obtém petróleo barato, talvez outras coisas mais e talvez até mesmo mantenha negócios escusos relacionados com o fornecimento de militantes “, disse Chernyshov.

Filho do presidente turco envolvido no esquema do petróleo

Moscou acusou a Turquia de ajudar o Estado Islâmico no comércio de petróleo ilegal, uma atividade que proporciona ao grupo terrorista financiamento suficiente para continuar operando. Analistas dizem que o bombardeio da infraestrutura petrolífera na Síria está acabando com um negócio rentável que também beneficia funcionários de Ancara.

Turquia-compra-e-escoa-petroleo-do-Estado-Islamico-financia-3

O presidente turco Recep Tayyip Erdogan e seu filho Necmettin Bilal.

Turcos usuários de redes sociais publicaram várias fotos de Necmettin Bilal, filho do presidente Recep Tayyip Erdogan jantando em um restaurante em Istambul, com um alegado líder do Estado Islâmico. Informações dão conta de que o jihadista com quem o filho do presidente compartilha a mesa participou de massacres nas regiões sírias de Homs e Curdistão. A versão que destaca a conexão de Bilal Erdogan com representantes do EI também foi destacada pelo ‘Centro de Estudos da Globalização‘.

Turquia-compra-e-escoa-petroleo-do-Estado-Islamico-financia-4

Necmettin Bilal, filho do presidente turco com suposto líder do Estado Islâmico.

O presidente russo, Vladimir Putin na quinta-feira criticou fortemente a atitude da Turquia, que ainda “não ofereceu nenhuma desculpa para a derrubada do Su-24”, e acusou alguns países de se beneficiarem dos crimes cometidos pelo EI. “Alguns consentem e ganham milhões e bilhões de dólares através do comércio ilícito de petróleo e do tráfico de pessoas praticado pelo Estado islâmico”, disse o presidente russo enfatizando que “a passividade ou ajuda de alguns países aos terroristas cederam espaço para o nascimento do Estado islâmico”.

Turquia financia o Estado Islâmico através do petróleo [1*]

“Com a exceção de algumas organizações terroristas patrocinadas pelo Estado, o Estado Islâmico é provavelmente o grupo terrorista melhor financiado que já enfrentamos”, disse no mês passado o subsecretário do Tesouro Americano David Cohen. O Estado Islâmico está fazendo milhões mensais em lucros da venda do petróleo, sequestros, extorsão e outras atividades criminais, além do financiamento de contribuintes ricos, disse Cohen.

Segundo o chefe do Governo russo, Dmitry Medvedev, “A Turquia demonstrou que realmente protege os combatentes do EI. Isso não é surpreendente, dada a informação disponível sobre os interesses econômicos diretos que algumas autoridades turcas têm no fornecimento de produtos derivados de petróleo produzidos em empresas pertencentes ao EI “.

Elisandro

Recomendados para você:

Comentar com o Facebook

Comentários...