loading...

Um-buraco-negro-criou-um-duble-holograma-da-Terra-sem-que-a-humanidade-soubesse-teoria-cientifica

Cientista afirma que buracos negros não são uma força destruidora como diz a teoria mais aceita atualmente, mas que possuem o poder de criar duplicatas holográficas de tudo que entra em contato com eles, como a Terra, por exemplo.

Um cientista da Ohio State University (EUA) afirma que os buracos negros não são mortais como a teoria atual sustenta, mas sim criadores de hologramas imperfeitos de objetos cósmicos que entram em contato com os mesmos. Por exemplo, a terra.

O cientista Samir Mathur, professor de física na Universidade Estadual de Ohio (EUA), argumenta que, com base em sua teoria da bola de cotão (‘fuzzball’), os buracos negros não têm uma superfície mortal e destrutiva, mas que eles são criadores de hologramas imperfeitos de todos os objetos espaciais com as quais entram em contacto, sem deixar de existir como antes, relata o ‘The Daily Mail‘.

Seguindo esta proposta, o nosso planeta poderia ter entrado em contato com um buraco negro e um holograma imperfeito do mesmo pode ter sido criado sem que tenhamos notado. “Eles não veem os buracos negros como assassinos, mas sim como fotocopiadoras benignas”, diz o pesquisador Gorder Pam da Universidade Estadual de Ohio (EUA).

Esta hipótese, que alimenta a possibilidade de que o universo é realmente um holograma, afasta-se da teoria mais aceita atualmente, a qual assegura que os buracos negros são ‘firewalls’ que fazem com que cada objeto que entra em contato com eles seja destruído.

Em 2003 Mathur formulou sua teoria pela primeira vez, com base na das cordas e argumenta que os buracos negros são, na verdade, “bolas” de cordas cósmicas emaranhadas. De acordo com o cientista, cada buraco negro é um produto exclusivo, resultante da matéria com a qual acaba se encontrando, considerando que o material não cai dentro deste corpos, mas sobre eles.

Elisandro

Recomendados para você:

Comentar com o Facebook

Comentários...