loading...

5-superarmas-assustadoras-da-URSS

Armas para controlar o clima, controlar a mente das pessoas, andar em baixo  da terra e sobre a água. Conheça algumas das superarmas secretas da antiga União Soviética que ainda assustam.

Se você já assistiu filmes do tempo da Guerra Fria sem dúvida alguma deve ter se deparado com algum onde os soviéticos eram representados como caras malvados, perigosos, misteriosos  inimigos implacáveis com armas impossíveis de se vencer.

E o melhor de tudo é que, em muitas ocasiões, tudo era baseado na realidade. Durante a Guerra Fria, os experimentos da URSS para criar novas armas chegaram em muitos casos ao extremos do exagero. Esta lista é uma pequena prova de como eles gastavam milhão para criar enormes escavadores subterrâneos para andar através da terra ou rádios para tentar controlar a mente das pessoas.

A toupeira de combate.5-superarmas-assustadoras-da-URSS-1
O que é: Um veículo de perfuração subterrânea.

Para que servia: Transportar explosivos e tropas de elite por trás das linhas inimigas.

Porque fracassou: O aparelho que parece saído de comic ruim ou de um filme de mau gosto, nunca funcionou como deveria funcionar. Os russos pegaram os planos originais dos nazistas e continuaram sua pesquisa para tentar usa-lo. Mas o primeiro protótipo revelou-se um fracasso, movendo-se a passos de tartaruga, e o segundo explodiu sob a pressão do motor e o projeto foi abandonado.

O projeto SURA (O HAARP soviético).5-superarmas-assustadoras-da-URSS-2

O que é: Uma máquina de controlar o tempo.

Para que serve: Em teoria, causaria furacões no território da OTAN. Na prática, para dificultar a comunicação por rádio. Ele enviava milhares de partículas ionizadas para empurrar para cima a ionosfera. A estratosfera se expandiria para preencher esse espaço e afetaria a atmosfera, criando secas ou microclimas artificiais.

Porque fracassou: O fim da Guerra Fria trouxe o cancelamento de um projeto absurdo … mas que segundo muitos funcionava. Ainda segundo denúncias do site Weatherwars, a máfia russa teria se apossado dessa tecnologia e criou o furacão Katrina para vingar-se por Hiroshima (aceite esta informação com as devidas ressalvas). A estratégia: lançar uma série de produtos químicos que alteram a pressão atmosférica e podem causar tempestades ou furacões.

O monstro do Mar Cáspio5-superarmas-assustadoras-da-URSS-3

O que é: Um ekranoplano.

Para que servia: Transportar tropas em grandes velocidades. O KM era uma máquina de 570 toneladas que podia voar a cerca de 3 metros acima da água a uma velocidade de 247 nós, empurrando através de um colchão de ar.

Porque fracassou: Na verdade, a tecnologia dos ekranoplanos funcionou perfeitamente, alcançando uma velocidade muito maior do que a de qualquer navio de tamanho similar ou maior e ainda era útil para o transporte de tropas e material. Navios similares povoavam os oceanos soviéticos com tarefas diferentes, embora o “Monstro do Mar Cáspio” tivesse claramente fins militares. Dois fatores foram cruciais para o fim da produção. A primeira foi a vulnerabilidade a artilharia inimiga. E em segundo lugar, a queda da União Soviética, que retirou os fundos para a construção de tais armas caras.

Os canhões para fazer lavagem cerebral5-superarmas-assustadoras-da-URSS-4

O que é: um emissor de micro-ondas que perturba a frequência do pensamento humano.

Para que servia: Os soviéticos investigaram por décadas, o campo de controle mental. Uma das teorias mais aceitas é que poderia interferir com o campo eletromagnético do cérebro por emissão de microondas.

Porque fracassou: Na Rússia, a “ciência psicotrônica” parece usufruir de algum respeito, e muitos argumentam que as investigações estavam sendo bem sucedidas. Políticos que se opunham ao regime começaram a atacar esses estudos, até que a opinião pública fosse esmagadoramente negativa e o governo retirou os fundos da maioria dos programas. Muitos emigraram para os EUA, onde puderam continuar investigando.

Interferômetro Ecalar5-superarmas-assustadoras-da-URSS-5

O que é: Um emissor de pulsos eletromagnéticos, capaz de abater dispositivos ou mesmo interferir no pensamento humano.

Para que servia: Os  “canhões de Tesla” pode ter várias utilidades. Por um lado, enviariam sinais eletromagnéticos confundir sensores e equipamentos inimigos. Em última análise, eles seriam capazes de deixar sistemas de mísseis, aviões de combate e foguetes loucos. Acreditava-se também que, com energia suficiente, poderiam até mesmo formar um escudo quase impenetrável, tudo fruto da energia Escalar.

Porque fracassou: O uso desse tipo de raios eletromagnéticos foi investigado, mas nunca se foi capaz de fazê-los funcionar como pensava Tesla. Ainda assim, muitos acreditam que conseguiram desenvolver uma arma que funcionava, e que vários acidentes, como o do ônibus espacial Challenger, foram causados por essa arma.

Elisandro

Recomendados para você:

Comentar com o Facebook

Comentários...