loading...

A-cancao-que-mata-pessoas-Gloomy-Sunday-Szomoru-Vasarnap

Muitos afirmam que uma canção húngara é responsável por dezenas e até centenas de mortes. Que tal ouvi-la para testar?

“Gloomy Sunday” (originalmente intitulada como “Szomorú Vasárnap”) é uma canção escrita pelo pianista e compositor húngaro autodidata Rezső Seress em 1933.

A canção foi regravada por muitos cantores e apesar de que seria Billie Holiday, em 1941, quem a popularizou (OKeh 6451). Segundo a lenda urbana, essa música tem inspirado centenas de suicídios. “Gloomy Sunday” foi conhecida como a “Hungarian suicide song” (“Canção húngara do suicídio”) nos Estados Unidos. No entanto, é verdade que o autor, Seress cometeu suicídio em 1968, mas alguns rumores sobre a música são infundadas.

A-cancao-que-mata-pessoas-Gloomy-Sunday-Szomoru-Vasarnap-

Nos anos 30 a música Gloomy Sunday tornou-se popular, mas aos poucos foi se tornando assustadora quando se espalhou que mais de 18 pessoas (alguns dizem até 100) em Budapeste se suicidaram por causa dela. A Hungria sempre teve altas taxas de suicídio, e a música era tão popular que não é de se estranhar que um suicida a estava escutando. Além disso, as letras depressivas não ajuda muito a melhorar o humor. No entanto, houve um suicídio real por ela: o criador da canção cometeu suicídio depois de seu único sucesso foi responsabilizado por essas calamidades.

A música:

Gloomy Sunday

«Gloomy Sunday with a hundred white flowers
I was waiting for you my dearest with a prayer
A Sunday morning, chasing after my dreams
The carriage of my sorrow returned to me without you
It is since then that my Sundays have been forever sad
Tears my only drink, the sorrow my bread…

Gloomy Sunday
This last Sunday, my darling please come to me
There’ll be a priest, a coffin, a catafalque and a winding-sheet
There’ll be flowers for you, flowers and a coffin
Under the blossoming trees it will be my last journey
My eyes will be open, so that I could see you for a last time
Don’t be afraid of my eyes, I’m blessing you even in my death…
The last Sunday»

Elisandro

Recomendados para você:

Comentar com o Facebook

Comentários...