loading...

Os-terriveis-efeitos-da-Coca-Cola-em-seu-organismo

Obesidade, problemas respiratórios, prejudica o cérebro e o sistema nervoso além de acelerar o envelhecimento precoce. A Organização Mundial da Saúde recomenda que deixemos de consumir Coca-Cola e similares.

Todo mundo sabe que refrigerantes doces como a Coca-Cola são prejudiciais à saúde. No entanto, poucos conseguem explicar exatamente o efeito desse tipo de produto no nosso corpo.

A Organização Mundial de Saúde lançou o “Código Contra o Câncer”, que inclui 12 recomendações para evitar a doença, incluindo a redução do consumo de bebidas açucaradas. Mas por que este produto é tão perigoso para a nossa saúde?

O ganho de peso

Em primeiro lugar, de acordo com os avisos de nutricionistas, o consumo regular de bebidas com alto teor de açúcar, especialmente gaseificadas, cujo líder é, sem dúvidas, a gigante Coca-Cola, incontestavelmente nos leva à um ganho de peso significativo.

Este efeito pouco agradável em primeiro lugar se deve a dois fatores: o alto índice glicêmico devido a grande quantidade de açúcar e o baixo índice de saciedade, uma vez que estas bebidas não nos retiram fome ou sede.

Assim, um experimento que envolveu 224 adolescentes obesos que tomavam bebidas açucaradas regularmente demonstrou que o grupo de jovens que mantiveram seus maus hábitos alimentares depois de um ano tiveram um aumento de peso significativo.

Além disso, os açúcares do refrigerante que são absorvidos pela corrente sanguínea, bem como seu alto valor calórico, pode causar diabetes tipo 2.

Problemas respiratórios

E se atualmente não é nenhum segredo que o consumo de Coca-Cola, Pepsi ou quaisquer outras bebidas açucaradas provoca ganho de peso, é surpreendente para a maioria das pessoas que descobrem que este produto também contribui para problemas respiratórios.

Três pesquisas feitas por cientistas da Suécia, EUA e Austrália têm demonstrado que as bebidas açucaradas causam aumento da asma.

De acordo com o estudo publicado na revista ‘European Journal of Clinical Nutrition‘, o açúcar presente nos refrigerantes em grandes quantidades provoca inflamação das vias aéreas, a principal característica da asma.

Assim, uma das estratégias de prevenção para esta doença, segundo os médicos, poderia ser a promoção de publicidade para reduzir o consumo de açúcar entre a população.

Efeito negativo sobre o sistema nervoso e o cérebro

Além de ser causa de várias doenças, a Coca-Cola e bebidas similares causam uma dependência em seus consumidores, sendo responsável novamente o açúcar.

Os cientistas explicam que o açúcar que os refrigerantes possuem ativa no cérebro centros nervosos que aumentam o nível de hormônios dopamina e serotonina, que por sua vez produzem uma certa sensação de prazer. Portanto, quanto mais nós consumimos bebidas mais açucaradas, mais estimulamos o cérebro (o vício).

Um estudo realizado pela Universidade da Carolina do Norte indicou que refrigerantes diet que contém adoçantes artificiais em vez de açúcar, por sua vez, podem causar fome e a vontade de comer açúcar, o que certamente nos afeta negativamente.

O envelhecimento precoce

Outro efeito pouco conhecido, mas não menos prejudicial à saúde das bebidas açucaradas, revelado em um estudo publicado na revista “American Journal of Public Health”, é a aceleração do envelhecimento celular do organismo.

De acordo com o ‘The Guardian‘, uma análise dos hábitos alimentares de 5.300 adultos entre 20 e 65 anos em relação ao seu nível de envelhecimento, revelou que o consumo regular de bebidas açucaradas adianta os relógios moleculares em uma média de 4,6 anos além do normal.

No entanto, os cientistas admitem que a pesquisa ainda estão em sua fase preliminar e que faltam provas do efeito que as bebidas, como a Coca-Cola, possuem sobre o envelhecimento celular.

Elisandro

Recomendados para você:

Comentar com o Facebook

Comentários...